675 Visualizações

Mas afinal devemos ou não utilizar máscaras protetoras para boca e nariz? A resposta é sim, e agora, sem espaço para dúvidas.

Se no início desta pandemia OMS (Organização Mundial de Saúde) e a DGS (Direção Geral da Saúde) nos diziam que as máscaras não deviam ser utilizadas pela falsa sensação de segurança que transmitem, hoje a resposta é diferente.

Vamos então por partes, segundo documento disponibilizado pela DGS no dia 13 de abril, existem 3 tipos distintos de máscaras:
1- Respiradoras- destinadas a profissionais de saúde;
2- Cirúrgicas- previnem a transmissão de agentes infecciosos de quem as usa para as restantes pessoas;
3- Não-cirúrgicas, comunitárias ou de uso social- não certificadas, desenvolvidas a partir de diferentes materiais têxteis, destinadas à população em geral.

Nesta fase em que nos encontramos com uma transmissão comunitária ativa do novo coronavírus, a DGS recomenda a utilização de máscaras cirúrgicas a todos os profissionais de saúde, pessoas com sintomas respiratórios e pessoas que entrem e/ou circulem em instituições de saúde.
A recomendação é dirigida também aos grupos de risco, que devem utilizar máscaras cirúrgicas sempre que saiam de casa.

Também os Bombeiros, Forças de segurança e Militares, distribuidores de bens essenciais ao domicílio, colaboradores de instituições de solidariedade social, lares, cuidados integrados, agentes funerários e profissionais que façam atendimento ao público, devem utilizar máscara de proteção cirúrgica e equipamento de proteção individual.

O público em geral também deve utilizar máscara, sempre que se encontre em espaços fechados.

O documento partilhado pela DGS e que pode ser consultado aqui, alerta ainda para que a carga viral desta doença está ativa até 2 dias antes da manifestação de sintomas, e que os indivíduos assintomáticos também transmitem o vírus.

O uso de máscara é apenas um reforço à proteção, devemos continuar a manter a distância social, a higiene das mãos, as barreiras de distância física, e as regras de etiqueta respiratória.