4.189 Visualizações

Inserido no plano de formação 2009/2010, decorreu no passado Sábado, em Cascais um exercício prático de sinistro múltiplo, organizado pelos Bombeiros de Alcabideche.

Tendo consciência da importância na rapidez e rigor de actuação necessária em caso de acidente, foi realizado mais um exercício prático de sinistro múltiplo.

O presente exercício faz parte de um plano de formação exigente, que este corpo de bombeiros faz questão de cumprir.

O exercício teve lugar no campo de treinos de Trajouce em Cascais, pelas 21.00 horas.

Contou com a participação do SMPC, Serviço Municipal de Protecção Civil de Cascais, equipa responsável pelas comunicações e logística, INEM, Instituto Nacional de Emergência Médica que marcou presença com equipa de Viatura Médica de Emergência e Reanimação de Cascais, ANAFS, Associação Nacional das Formações Sanitárias ao nível da montagem do Posto Médico Avançado e ainda, Agrupamento 550 de Escuteiros de Manique, representando as vítimas do exercício.

O cenário retratado descreveu um acidente rodoviário, com colisão e despiste entre quatro viaturas ligeiras e um motociclo.

O resultado foram duas viaturas ligeiras com vítimas encarceradas, duas físico tipo II e 3 físico tipo I, uma das viaturas semi-capotada e a outra sobre 4 rodas e o despiste de um motociclo com um peão atropelado. Os ocupantes das duas viaturas restantes, encontravam-se no exterior, à excepto um bebé que permaneceu fixo à cadeira.

Este exercício teve como objectivo, num contexto de cenário multi-vítimas, testar a capacidade técnica, em salvamento e desencarceramento; intervenção pré-hospitalar, triagem, socorro, evacuação e combate a incêndio.

O objectivo passa também por treinar e consolidar a articulação no terreno, com os demais agentes de protecção civil com potencial de intervenção.

O exercício decorreu dentro dos normais procedimentos, tendo as equipas envolvidas efectuado,dentro do tempo possível, todos os exercícios propostos, com a máxima eficiência.

 

Deixe uma resposta