750 Visualizações

Arranhões, cortes, esfoladelas e qualquer ferida que atinja apenas a epiderme, pode ser tratada em casa.

O processo é simples, mas requer alguma atenção, tanto em crianças como em adultos.

Antes de tocar em quaisquer elementos, seja compressa, soluções desinfetantes, pele, etc., é fundamental lavar as mãos. As mãos para ficarem devidamente higienizadas devem ser lavadas durante cerca de 60 segundos, e em todas as suas superfícies. Se for possível utilize umas luvas esterilizadas.

Quando a ferida apresenta hemorragia que não estanca per si, deve elevar a zona da hemorragia e aplicar alguma pressão sobre o local, utilizando uma compressa.

A limpeza deve então ser feita com água, soro fisiológico ou uma solução própria para esse fim. Nunca utilize algodão ou qualquer material que liberte propriedades.
Caso o local esteja com resíduos, que não saiam após limpeza, estes podem ser removidos, cuidadosamente, com uma pinça esterilizada.

Caso se trate de uma ferida pequena, deixe secar ao ar, este processo torna a cicatrização mais rápida. Se for um local de atrito regular, utilize uma compressa ou um penso rápido para proteger.

É importante alertar que qualquer ferida deve ser alvo de vigilância, garantindo que não desenvolve infeção. Ao primeiro sinal vermelhidão, pus, calor ou inchaço, deverá mostrar ao seu médico para que este indique o melhor tratamento a seguir.