914 Visualizações

Resultante do Orçamento Participativo de Cascais, os Bombeiros de Alcabideche inauguraram hoje a requalificação do seu quartel.

Em 2018 os Bombeiros de Alcabideche candidataram-se ao Orçamento Participativo de Cascais, com um projeto para requalificar as fachadas do atual quartel, projeto com um custo estimado de quatrocentos mil euros.
O atual quartel, com construção maioritariamente dos anos 80, desenvolvido por fases e com materiais de baixo custo, tinha uma construção deficitária, com muito fraco isolamento térmico, diversos pontos de infiltração e humidade.
A vitória no OP2018, com uma verba arrecadada de trezentos mil euros, permitiu que em Novembro de 2019 a Associação desse inicio às obras que tornariam aquele espaço energeticamente mais eficiente, termicamente confortável e esteticamente mais apelativo.
Para alcançar estes objetivos, o “quartel velho” ou “casa cor de rosa” como é conhecido o primeiro edifício (datado de 1929) sofreu uma recuperação das fachadas e uma substituição da cobertura, mantendo o seu valor histórico e patrimonial. O edifício que recebe toda a estrutura operacional, associativa e desportiva foi revestido por placas de fibrocimento. A colocação deste material permitiu ir ao encontro das boas práticas para a qualidade construtiva, eficiência energética e reabilitação, expressas na legislação nacional e europeia, criando fachadas ventiladas e protegidas das mudanças de temperaturas exteriores.

Hoje, com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras, do Presidente da Junta de Freguesia de Alcabideche e Presidente da Direção da Associação, José Ribeiro, do Arquiteto responsável pelo projeto e Vice-Presidente da Direção da Associação, José Alves Bicho, do Diretor Cultural e Desportivo Rui Inácio, dos elementos do Comando dos Bombeiros de Alcabideche, José Palha, José Costa, Miguel Jerónimo, e alguns operacionais da corporação, os Bombeiros de Alcabideche comemoram esta conquista e dão por terminado este projeto, numa cerimónia simbólica ao ar livre.

This slideshow requires JavaScript.